Deputado Geraldo Cruz lança base de dados com informações sobre escolas estaduais

2013-09-11 00:00:00 | Comentários:

DSC_0115

Deputado Geraldo Cruz lança base de dados com informações sobre escolas estaduais

O deputado Geraldo Cruz recebeu (10/9) representantes da imprensa e de professores estaduais, na Assembleia Legislativa, para apresentar com exclusividade o projeto “Transparência na Educação – informações das escolas estaduais”, composto por uma base contendo dados sobre 5.800 instituições de ensino públicas do Estado.

A base digital  foi construída a partir de dados oficiais da Secretaria da Educação, fornecidos mediante requerimento de informações encaminhado pelo parlamentar. “Essa foi a única forma de obter esses números, pois qualquer pai ou mãe não consegue informações sobre as escolas de seus filhos e nosso mandato também não conseguia pesquisando, na internet, as páginas eletrônicas oficiais da Secretaria”, explicou Geraldo Cruz aos jornalistas presentes.

O parlamentar havia apresentado o projeto de lei 1.087/2011, aprovado nesta Casa, que determinava que todas as informações referentes a cada unidade de ensino estivessem disponíveis, em local de fácil acesso, para que a comunidade pudesse acompanhar a gestão escolar. “No entanto, para nossa surpresa, o senhor governador vetou, afirmando que todos esses dados já eram públicos. Tão públicos que não se encontram disponíveis em nenhum lugar. Se nós, com mandato, não encontramos, imagine um cidadão comum?”, questionou Geraldo Cruz.

Representantes da Apeoesp presentes ao evento corroboraram a fala do parlamentar, dizendo que essa base de dados será mais um instrumento de luta para melhorar o ensino público no Estado, dizendo que “contra números não existem argumentos”. Agora, todos os professores, funcionários, alunos e a comunidade poderão saber o que de fato acontece em cada unidade escolar de seu interesse.

A partir de uma pesquisa na base de dados pôde-se constatar, por exemplo, que no início de 2013, dentre as 4.277 escolas estaduais de Ensino Médio, 768 (18%) não tinham professores de química; 757 (17,6%) de física e 697 (16,2%), de biologia. Em 2.722 (69%) escolas de ensino fundamental (oito anos) da mesma rede faltavam laboratório de ciências e em 956 (25%) quadras cobertas. Em 2012, o governo estadual enviou às escolas públicas de sua rede R$ 174,6 milhões; enquanto o governo federal alocou R$ 82,7 milhões nessas mesmas escolas.

Esta base de dados está disponível para consulta no portal de notícias do deputado Geraldo Cruz: www.geraldocruz.com.br/educacao.

Comentário

Envie seu comentário

Erros no formulário