Geraldo Cruz questiona Secretaria da Educação sobre reestruturação

2015-10-09 00:00:00 | Comentários:

O deputado Geraldo Cruz enviou requerimento de informação ao secretário de Educação Herman Jacobus Cornelis Voorwald cobrando explicações sobre o plano de reestruturação da rede estadual de ensino.

Entre as indagações, o parlamentar quer saber quais são os critérios pedagógicos para a formação da nova rede, quantos professores e funcionários da educação ficarão desempregados ou serão remanejados, quais estabelecimentos permanecerão ociosos, como se dará o deslocamento dos estudantes para locais diferentes e no mesmo horário de entrada e saída das aulas e qual será o número de salas de aulas restantes após a consecução da nova organização da rede estadual de ensino paulista.

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo anunciou, sem ter discutido o assunto com a sociedade ou com o professorado paulista, no dia 23 de setembro de 2015, a reorganização da rede estadual de ensino paulista. O objetivo é que a partir do ano de 2016 as escolas sejam divididas por ciclos: a saber, Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Assim, cada escola terá apenas um ciclo.

De acordo com Geraldo Cruz, “essa reorganização fatidicamente provocará a transferência de mais de 1 milhão de alunos e o remanejamento de professores e funcionários, além de transtornos irremediáveis às famílias dos estudantes”.

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, provavelmente com receio do impacto na população e entidades representativas, não informa o número real de demissões de professores, professores adidos e demais funcionários e o total de escolas que serão fechadas. Também não apresenta os reais motivos da reorganização das escolas, divulga apenas um objetivo genérico de melhoria da qualidade na educação.

”A sociedade tem o direito de (e deve) ser consultada sobre propostas tão radicais de mudanças, que irão afetar seu cotidiano”, declara Geraldo Cruz.

Comentário

Envie seu comentário

Erros no formulário