Empréstimo para Linha 4 do Metrô é aprovado na Alesp

2015-10-02 00:00:00 | Comentários:

Com voto favorável da Bancada do PT, o Projeto de Lei (PL) 1189/2015 que autoriza o Poder Executivo a realizar empréstimo no valor de US$ 210.000.000,00 (duzentos e dez milhões de dólares) junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) para ampliação da Linha 4 do Metrô – Fase II, finalmente foi aprovado na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Desde o início os deputados petistas consideraram inquestionável a importância da obra para todo o Sistema de Transporte Público Metropolitano de São Paulo. Primeiro porque ela permite a ligação entre diversas outras linhas do Metrô, tais como as Linhas 1 (Azul), 2 (Verde) e 3 (Vermelha). Depois porque através do Trecho 2, o Metrô chegará até a Vila Sônia, para depois, com a fase 3, estabelecer importante ligação até Taboão da Serra, região da Grande SP que não conta com nenhum sistema de transporte público ferroviário.

Para o líder da Bancada do PT na Alesp, deputado Geraldo Cruz, “é importante que lutemos para acelerar a conclusão das obras até a Vila Sônia, que já tem atraso de mais de 11 anos, para que se possa a partir da terceira fase atender toda uma população esquecida pelo poder executivo estadual e chegar finalmente até a região Sudoeste”.

Sobre as emendas apresentadas pela bancada, mas rejeitadas na votação, Geraldo Cruz explicou ”nossas emendas era todas no sentido de dar transparência na utilização dos recursos. Infelizmente, mesmo depois de todas as denuncias do Trensalão, o governo Alckmin e sua bancada insistem nos mesmos erros”.

As operações de crédito têm sido possíveis desde 2007, no governo do então presidente Lula, quando uma mudança na orientação do Tesouro Nacional retomou as autorizações para que Estados e Municípios busquem recursos junto a organismos financeiros nacionais e internacionais visando a realização de grandes investimentos, principalmente nas áreas de transportes, saneamento e habitação. (CB)

Comentário

Envie seu comentário

Erros no formulário