AES Eletropaulo assume falha dos sistemas elétricos

2015-06-29 00:00:00 | Comentários:

Ao responder oficio número 153 do deputado estadual Geraldo Cruz que questiona oscilações freqüentes no fornecimento de energia em bairros da cidade de Cotia, a AES Eletropaulo reconheceu que seu sistema é suscetível a falhas.

O oficio encaminhado pelo mandato lembra que o Código de Defesa do Consumidor estabelece a energia elétrica como bem essencial à vida humana e com obrigação de fornecimento contínuo e adequado (artigos 6 e 22). Porém, a AES Eletropaulo ignorou a importância do tema e, apesar de concordar com a vulnerabilidade do serviço prestado a população, colocou a culpa nas árvores da região.

No item sobre planos de obras previstas para Cotia a empresa cita três obras, dos quais dois já estariam em funcionamento. Tratam-se dos Complexos de Jandira e Esplanada com investimentos de R$ 133 milhões. O terceiro, denominado Projeto Cotia, tem previsão de conclusão em dezembro 2015, e custo de R$ 1 milhão.

Segundo Geraldo Cruz, apesar das desculpas da Eletropaulo, o gabinete continua recebendo reclamações de moradores. “Se os investimentos foram feitos, o cidadão de bairros como Atalaia, Jardim Sandra, Bairro das Graças, Chácara Santa Maria e Mirante da Mata não perceberam. Hoje mesmo (29/09) recebemos reclamações de que a região ficou sem energia por pelo menos três vezes neste final de semana”, informou o deputado.

Para Geraldo Cruz é importante que os deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo se comprometam efetivamente com a fiscalização do fornecimento de energia, pressionando para a real melhoria do serviço e respeito ao consumidor. O deputado se comprometeu ainda a continuar  atuando para a melhoria do sistema na região de Cotia. CB

Comentário

Envie seu comentário

Erros no formulário