Geraldo Cruz cobra investigação de Serra no Trensalão

2015-05-28 00:00:00 | Comentários:

Para o líder da Bancada do PT na Assembleia Legislativa, deputado Geraldo Cruz, é fato público e notório que houve corrupção nos contratos celebrados pelo governo do Estado para o fornecimento e manutenção de trens do Metrô e da CPTM

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) vai recorrer da decisão do Conselho do Ministério Público de São Paulo (CNMP-SP) que arquivou a investigação sobre o envolvimento do ex-governador José Serra (PSDB) no esquema de cartel conhecido como Trensalão.

Para o líder da Bancada do PT na Alesp, deputado Geraldo Cruz, é fato público e notório que houve corrupção nos contratos celebrados pelo governo de São Paulo para o fornecimento e manutenção de trens do Metrô e da CPTM, que, inclusive, estão sendo investigados por outras instâncias no Brasil e no exterior. Assinam também a representação os deputados petistas João Paulo Rillo, Carlos Neder, Adriano Diogo e Professor Tito.

O parlamentar lembra ainda que esses contratos serviram como fundamento para o afastamento do conselheiro Robson Marinho do Tribunal de Contas do Estado, determinado pela Justiça de São Paulo.

“A constituição e a legislação estabelecem que cabe ao Ministério Público investigar as notícias de improbidade e delitos que lhe são apresentadas, motivo pelo qual causa estranheza que uma das justificativas para o arquivamento seja o fato de os deputados não apresentarem prova do envolvido no caso do ex-governador José Serra”, questiona Geraldo Cruz.

Para ele, o MP deve dar continuidade aos outros inquéritos civis em curso sobre Trensalão, “honrando a expectativa que se tem sobre tão nobre instituição”.

Da Redação da Agência PT de Notícias, com informações da liderença do PT na Alesp

 

 

Comentário

Envie seu comentário

Erros no formulário