Embu das Artes recebe visita de ministro dos transportes

2015-05-26 00:00:00 | Comentários:

O deputado estadual, Geraldo Cruz, acompanhou na manhã desta segunda-feira, 25/05, a visita do ministro dos transportes, Antonio Carlos Rodrigues (PR-SP) à Embu das Artes. Na oportunidade, foram anunciada obras de melhorias e intervenções na Rodovia Régis Bittencourt, nos trechos dos municípios de Embu das Artes, Taboão da Serra e Itapecerica da Serra. As obras passam por analises e devem começar em seis meses. A previsão de término é de 18 a 24 meses. 

O ministro se comprometeu com a realização de todas as obras destacadas e garantiu: “O problema do alagamento vai ser resolvido”. Sobre Embu das Artes ser a primeira vista oficial no estado de São Paulo, o ministro declarou que “não poderia ser em outro lugar. A cidade pode contar comigo, sempre percorri a região e fui muito bem recebido aqui. Era o mínimo que poderia fazer”, explicou.

De acordo com Natália Marcassa, diretora interina da Agência Nacional de Transportes Terrestres, Rodrigues pediu total atenção para região. “A primeira obra que o ministro anunciou e para nos é a mais importante no ponto de vista de segurança é a macrodrenagem de toda região das três cidades. Trata-se de uma obra grande de R$ 61 milhões incluindo toda parte de drenagem dentro e fora da faixa de domínio, que também liga a drenagem municipal", disse. 

Em seu discurso durante a visita, Geraldo Cruz disse que “é possível ter mais quando temos governo sério que quer fazer as coisas”. O deputado lembrou ainda os cortes radicais em investimento que o governo Alckmin vem fazendo prejudicando a execução de melhorias importantes em infraestrutura nos municípios. CB

Confira as obras que serão feitas:

Para os três municípios: projeto de macrodrenagem para eliminar alagamentos, com implantação 15 travessias subterrâneas (diâmetro de 2 a 2,5m), prolongamento de bueiros nas laterais da estrada e captação das águas pluviais para o córrego Poá, efetuando 700m de canalização, piscinão (km 276) para evitar transbordo do córrego. A obra deve iniciar em seis meses e o prazo de execução é de 18. Valor R$ 61 milhões.

Trecho de Taboão da Serra: substituição da passarela atual por uma mais larga e implantação da 4ª faixa para ampliar a capacidade da rodovia, desafogando o tráfego local (km 269); alargamento do viaduto Paulo Ayres, dando acesso aos dois lados do município (Km 272). Prazo de execução de 24 meses.

Trecho de Embu das Artes: adequação geométrica do dispositivo da Perdigão (km 282). Prazos: projeto em seis meses e execução em 24.

Trecho de Itapecerica da Serra: implantação de duas passarelas (km 289 e km 292).

Ainda estão em análise pela ANTT, a adequação dos acessos da estrada do Mosteiro (km 287), da Represinha (km 289) e Ferreira Guedes (km 290), todas em Itapecerica da Serra.

Exceto as obras contra enchentes, as restantes terão um custo total de R$ 30 milhões.

A municipalização do trecho de Taboão da Serra (6 km de extensão), para permitir à cidade autonomia sobre planejamento viário e urbano em seu perímetro, ainda depende do prefeito Fernando Fernandes que, por estar em outro compromisso, não pôde comparecer no evento.

 

Com informações do portal da Prefeitura de Embu das Artes

Saiba mais clicando aqui.

Comentário

Envie seu comentário

Erros no formulário