Geraldo Cruz participa de encontro do PT com a presenša de Lula

2013-08-15 00:00:00 | Comentários:

chefinho

Geraldo Cruz participa de encontro do PT com a presenša de Lula

O deputado estadual Geraldo Cruz esteve junto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na abertura do Encontro do Interior do Partido dos Trabalhadores de São Paulo, realizado na cidade de Bauru, na sexta-feira (9). Mais de três mil pessoas estiveram presentes na atividade que marcou o encerramento das Caravanas do PT-SP iniciadas durante o mês de março. O deputado defendeu as caravanas apontando que além de mobilizar a militância ajudam a manter o partido forte e coeso. Veja mais fotos aqui.

A presença do presidente Lula tornou o encontro ainda atrativo. “Todos os brasileiros reconhecem a importância do governo Lula e sabem que ele mudou o Brasil por meio da implantação de políticas sociais de inclusão. O PT mostrou no governo que sabe administrar para os mais necessitados. Fortaleceu a economia, o desenvolvimento e promoveu a inclusão. Fez tudo isso sem perder o diálogo com a sociedade”, disse o deputado Geraldo Cruz.

Também estiveram presentes no encontro o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, o ministro da Saúde Alexandre Padilha, o presidente nacional do PT, Rui Falcão.

Num discurso breve Lula falou sobre o legado que o PT deixou e citou, entre outras conquistas, o combate à corrupção e o controle da inflação. “Se existe um partido que tem orgulho de seu legado somos nós. Quero saber quando é que se imaginava que o filho do faxineiro iria se tornar engenheiro. É com muito orgulho que este país, que em dez anos mais que dobrou o número de estudantes em universidades, criou o Prouni, o Pronatec, as escolas técnicas; que fez mais pelo combate à corrupção do que qualquer governo. Nós tivemos a coragem de dizer que as pessoas que vem para o governo, têm de trabalhar direito. Vale para qualquer um”, afirmou o ex-presidente.

Para o presidente somente um maluco iria acreditar que depois de dez anos garantindo aumento real de salário para todos os trabalhadores e o mínimo; depois de dez anos melhorando a vida do servidor público brasileiro, fazer o pobre subir um degrau a mais na escala de ascensão social, o PT iria permitir retrocesso por conta da inflação. “Seria impensável que a presidenta Dilma iria permitir. O que é impensável é que a imprensa que viu uma inflação de 80% ache absurdo uma inflação de 6%. Este país nunca mais vai ter inflação enquanto o PT governar”, admitiu.

Os ministros destacaram em suas falas a continuidade do governo Lula com aprofundamento por meio do governo da presidenta Dilma. Ambos destacaram projetos e obras importantes, que provocam as transformações no país, já identificadas com pesquisas como o IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) que demonstra o avanço e a melhoria na qualidade de vida da população, especialmente nas regiões do Norte e Nordeste.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, falou sobre o mais novo projeto do governo federal que recebeu grande apoio das lideranças presentes. Lançado pelas mãos de Padilha, o Mais Médicos prevê o atendimento dos alunos de medicina na rede pública de saúde e a contratação de estrangeiros em cidades do interior e periferias de grandes cidades dispensadas por brasileiros.


Comentário

Envie seu comentário

Erros no formulário