Seminário sobre os direitos das mulheres informa a população sobre a reforma da previdência e a lei Maria da Penha

2017-03-20 00:00:00 | Comentários:

Deputado estadual Geraldo Cruz e vereadora Rosângela Santos participaram de seminário que teve a presença de mais de 200 pessoas

No último sábado, 18, foi realizado o seminário "Em defesa dos direitos das Mulheres" na Câmara Municipal de Embu das Artes. Com o plenário lotado, mais de 200 pessoas ouviram e aprenderam com as palestras que foram realizadas durante o evento no início da noite.

Antes das palestras, o ato político teve participação da vereadora Rosângela Santos (PT), do deputado estadual Geraldo Cruz (PT) e de representantes do sindicato dos químicos de São Paulo. Rosângela alertou sobre o preconceito que as mulheres sofrem e pediu mobilização da população:

"Temos que nos unir, tirar esse preconceito da sociedade. Precisamos de muitas mobilizações. A manifestação do dia 15 repercutiu. Nosso mandato será de apoio a todas as mulheres", afirmou a vereadora.

Já o deputado Geraldo Cruz falou sobre a falta de políticas públicas para as mulheres por parte do governo estadual e também criticou o governo federal.

"O papel do Estado é criar políticas públicas que apoie a mulher, e em São Paulo qual é a política? Você vê até delegacia da mulher que tem delegado ao invés de delegada. Precisamos olhar para frente, aqui no Embu, toda a política que criamos quando fui prefeito está paralisada ou acabando. O governo federal não anunciou nenhuma vantagem no dia e nem no mês das mulheres. As políticas boas foram para baixo do tapete."

LEIA MAIS:
> Deputado Geraldo Cruz se encontra com Lula para discutir políticas estaduais
OPINIÃO: Fim da aposentadoria pública: A conta do absurdo!
> FACEBOOK: Curta a nossa página e acompanha as ações do mandato! 

PALESTRAS INFORMARAM O PÚBLICO PRESENTE

As palestras sobre a "Violência Doméstica e Lei Maria da Penha", apresentada pela Dr.ª Floralice do Carmo - Delegada de Polícia de Defesa da Mulher em Embu - e sobre a "Reforma da Previdência, uma violência contra a mulher", apresentada pela advogada Dr.ª Tirza Coelho, deixaram mais esclarecidas as pessoas que estavam presentes no evento.

É o caso da trabalhadora Fabiana Cristina, 40 anos. Ela confessa que ainda não fez as contas de quanto tempo falta para se aposentar, mas registrou sua indignação.

"É um abuso de poder desse governo que foi colocado e vai acabar com a aposentadoria de todos os brasileiros mesmo. As palestras foram bastante esclarecedoras e importantes, quem esteve aqui aprendeu. Eu mesma escutei coisas da advogada que eu não sabia, esclareceu bastante", afirmou.

Comentário

Envie seu comentário

Erros no formulário