Bancada do PT abrirá CPI para investigar “máfia da merenda”

2016-01-29 00:00:00 | Comentários:

Deflagrada na terça-feira, dia 19/02, pela Polícia Civil e pelo Ministério Público, a Operação Alba Branca desmontou o esquema de corrupção e superfaturamento em produtos que deveria ser destinados as escolas do Estado de São Paulo. De acordo com o Estado de São Paulo, 22 prefeituras foram citadas no caso, que envolve verba da Secretaria da Educação. Entre os citados, está o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Fernando Capez (PSDB).

Assim que o recesso parlamentar chegar ao fim, a bancada petista, na ALESP, pedirá abertura de uma CPI para investigar as denúncias relacionadas à “máfia da merenda” no Estado de São Paulo.

Para o deputado Geraldo Cruz, líder do PT na Assembleia, é urgente que se investigue o grau de relacionamento de agentes públicos com os desvios praticados pela empresa que fornece merenda em São Paulo.

“Esperamos que o PSDB não atrapalhe as investigações na Alesp. Espero, sobretudo, que o presidente da Casa, deputado Fernando Capez, contribua para que se esclareçam as graves acusações que foram feitas contra ele. O povo paulista precisa saber a extensão do esquema, quanto foi desviado e o que será feito para ressarcir os cofres públicos", declara o deputado.

Comentário

Envie seu comentário

Erros no formulário